Ladri di Biciclette (1948)

ldb

Título Original: Ladri di Biciclette
Título no Brasil: Ladrões de Bicicleta
Título no IMDb: Bicycle Thieves
País: Itália

<<Desempregado e miserável na Itália após a Segunda Guerra Mundial, um homem, juntamente com seu filho, procura uma bicicleta que foi roubada e que era vital para seu trabalho.>>

Esse filme é uma das obras primas do Neorealismo Italiano. Esse movimento começou na Itália no fim da Segunda Guerra Mundial como uma resposta urgente ao tumulto político e condições econômicas desesperadoras que afligiam o país. Diretores como Roberto Rossellini, Vittorio De Sica e Luchino Visconti pegaram as câmeras para focar em personagens de classe baixa e em seus problemas, usando atores amadores, filmagens a céu aberto, (necessariamente) orçamentos muito pequenos, e uma estética realista. Cineastas como Michelangelo Antonioni e Federico Fellini fizeram sua aprendizagem nesta escola de vanguarda.

A protagonista do filme, para mim, é a música. A trilha sonora deste filme é algo de outro mundo. É maravilhosa na sua simplicidade na forma e em sua complexidade na adequação. Já conhecia a fama da trilha sonora italiana graças à genialidade de Ennio Morricone, que fez as trilhas para os filmes de Sergio Leone, o papa do Western Spaghetti. Dentre as várias composições de Ennio, na minha opinião, a melhor e mais marcante é a que ele faz para “The Good, the Bad and the Ugly” (link para a música no youtube) – vale a pena ouvir.

As atuações dos atores (surpreendentemente) amadores  Lamberto Maggiorani e Enzo Staiola é impressionante e comovente. O garoto atua como profissional, suas cenas são muito emocionantes. Foi muito difícil segurar as lágrimas no fim do filme.

Nota: 9/10

SPOILER:

No fim do filme, ele roubar a bicicleta e se “rebaixar” ao nível do vilão do filme, o qual ele buscou o dia todo foi uma surpresa pra mim. Depois que o medo da cadeia passa, e que ele digere o que acaba de acontecer, juntamente com a trilha sonora, fazem deste um momento inesquecível da história do cinema. Que cena maravilhosa, difícil de não ficar emocionado.

~ por tcfaria em março 17, 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: